Trás-os-Montes (Secret Spot)

Esta extensa região, situada a norte do Douro, tem muitas características comuns com a região duriense mas outras são bem diferentes. Aqui, muito mais do que uma viticultura de montanha, pratica-se uma viticultura de planalto, com condições excepcionais não só para o cultivo da vinha como de outros produtos hortícolas e frutícolas, com destaque para a oliveira e produção de azeite. O clima seco favorece a agricultura bio e aqui é fácil produzir bem. É verdade que as castas utilizadas não diferem das do Douro mas algumas, como a Tinta Amarela, têm aqui uma melhor expressão e das vinhas velhas nascem também vinhos de grande gabarito. Aquela variedade tinta ganhou mesmo foros de casta emblemática da região, muitas vezes a surgir em lote com outras variedades como a Tinta Roriz e, crescentemente, a Touriga Nacional. As zonas de Valpaços, Mirandela, Chaves e Macedo de Cavaleiros têm contribuído para que Trás-os-Montes deixe de ser, de uma vez por todas, uma região pouco falada e com pouca atenção do consumidor. Os vinhos são os melhores embaixadores da região e eles aí estão a mostrar muita qualidade (ainda) a preços muito convenientes. Por João Paulo Martins

Contactos – Email: info@secretspotwines.com

Notas de Prova

V by Secret Spot
Trás-os-Montes Reserva tinto 2015
Secret Spot

Temos aqui um lote de Tinta Amarela, Tinta Roriz e Touriga Nacional, com 14 meses de estágio em barrica. É um tinto de boa frescura aromática, assente na fruta madura e na ligação bem conseguida com as notas da barrica, que aqui ficam em segundo plano. Na boca temos um lado balsâmico, com fruta negra mas sobretudo com taninos muito finos que autorizam uma prova desde já. Não será fácil identificá-lo como tendo origem em Trás-os-Montes mas está um belo tinto, absolutamente consensual.

Região

Porto e Norte

banner-portugal2020